• Be Brasil
  • Inovação e tecnologia

jan 23, 2017
Inovação e tecnologia

Startup de São Paulo ganha competição com projeto de acessibilidade

 

Imagine uma cadeira de rodas transformada em uma bicicleta elétrica que pode atingir até 20km/h e percorrer até 25km sem recarregar a bateria. Em São Paulo, a startup Livre idealizou e realizou esse projeto. A Livre ganhou a rodada Brasil do prêmio anual Chivas Regal de Empreendedorismo, o chamado “The Venture”, que premia startups com responsabilidade social.


A final da rodada Brasil do The Venture foi realizada em dezembro, em São Paulo, entre três startups. Além da Livre, competiram a Hand Talk, uma plataforma de tradução para deficientes auditivos criada em Maceió, e Piipee, que combate desperdício de água por meio de um produto que permite a eliminação da urina em vasos sanitários em gasto de água. Das três empresas, o júri decidiu que a Livre tinha o maior impacto direto para seus usuários.


O júri foi formado pela chef Paola Carosella, Sandra Boccia, diretora da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, e Onício Neto, último vencedor do The Venture. Neto fundou a escola Perestroika para classes e atividades criativas.


A bicicleta elétrica da Livre, chamada de “Kit Livre”, foi criada pelos irmãos Júlio e Lúcio Oliveto em São José dos Campos. O kit foi desenhado para ser compatível com qualquer cadeira de rodas, facilitando a locomoção de cadeirantes em terrenos acidentados, aclives ou declives, e gramados. Além disso, permite aos cadeirantes a sensação libertadora de ter o vento no rosto.


Quase 45 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência física – quase 24% da população. Dentre eles, 7% têm restrições de movimento.


A Livre oferece diferentes modelos para o kit, como o “Standard”, para novatos, o “Radical”, para os aventureiros, e o “Chopper”. O modelo mais básico custa 5.990 reais, e o modelo mais incrementado pela a 9.490 reais.


Classificada para o estágio internacional da disputa, a Livre vai enfrentar outros 31 campeões nacionais em Oxford, na Inglaterra, para uma semana que competições entre empreendedores. A final mundial acontece em julho, em Los Angeles, e premiará uma empresa com 1 milhão de dólares.