• Be Brasil
  • Indústrias criativas

mai 04, 2018
Indústrias criativas

Programa aumenta intercâmbio entre produtores de conteúdo brasileiros e ingleses

Com o objetivo de aproximar produtores de conteúdo do Brasil e do Reino Unido, o programa Brazilian Content levou uma seleção de produtores locais a Londres para aproximar as indústrias de audiovisual dos dois países. A ideia é a de fomentar o número de parcerias e acordos de co-produção.

Desenvolvido pela BRAVI (Brasil Audiovisual Independente), em associação com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o programa Brazilian Content foi criado em 2004 para promover a produção audiovisual independente no mercado internacional.
Em novembro de 2017, o programa levou 12 produtoras brasileiras a Londres, onde elas participaram de reuniões com distribuidores e produtores britânicos – além de visitar empresas locais de audiovisual.

Os brasileiros conheceram empresas renomadas, como a Carnival Films, a produtora londrina responsável pelo hit “Downton Abbey” (série vencedora de 3 Globos de Ouro e 15 Emmys), e a Tiger Aspect Productions, que levou ao mundo a série “Peaky Blinders”, sucesso em diversos países. Durante quatro dias em Londres, os brasileiros ainda visitaram a BBC, a ITV e a CBBC, braço da BBC dedicado a produções para crianças.

Os participantes do programa Brazilian Content também participaram do London Content, um evento anual organizado pela produtora C21Media, que reúne 1.200 participantes. Durante a principal conferência do evento, a Cúpula Internacional de Artes Dramáticas, os brasileiros participaram de um painel sobre a produção brasileira de ficção – o Brazilian Drama.

As empresas envolvidas com o programa incluem a 2DLab, a Jabuti Filmes e a Valkyria Filmes, além da Moonshot Pictures, que produziu o sucesso “Última Parada 174”, e a série “Brazil’s Next Top Model”.

Em abril, o Brazilian Content promoveu diversas ações de olho no RioContentMarket, o evento mais importante do audiovisual na América Latina. As produtoras apoiadas pelo Brazilian Content puderam conheceram diversos membros da indústria internacional, além de assistir a aulas de animação com Christophe Erbes e Dave Winnan.

No primeiro semestre de 2017, os governos do Brasil e do Reino Unido assinaram um acordo entre os dois países para estimular a produção de conteúdo refletindo a diversidade e as tradições de cada país. O Brazilian Content é mais uma peça importante nessa colaboração.