• Be Brasil
  • Alimentos e bebidas

fev 07, 2017
Alimentos e bebidas

Dauper Biscoiteria ataca mercados internacionais

Ainda que você nunca tenha ouvido falar da Dauper, você provavelmente já provou alguns dos produtos da empresa. A produtora de biscoitos e chocolates premium é fornecedora de ingredientes de marcas como Hershey’s e Carrefour.

A Dauper começou suas operações em 1988 como uma pequena empresa em Canela, no Rio Grande do Sul. Um ano apenas após sua fundação, a empresa conseguiu um contrato de ouro. Tornou-se a fornecedora exclusiva de cookies para o McDonald’s. Primeiro, no estado de origem, e depois para o Brasil inteiro. Por mais de uma década, os McCookies eram 100% Dauper.

Hoje, a maior fonte de receita da empresa é o desenvolvimento de produtos especialmente para as marcas de seus clientes. A Dauper já criou, da receita ao posicionamento, mais de 150 marcas, de cookies a chocolates e granolas. Nesse mercado, a empresa é, indiscutivelmente, líder de mercado.

O que distingue a Dauper de seus concorrentes é a tecnologia usada na produção de grãos. Vários produtos, como alguns chocolates Hershey’s ou biscoitos como o Oreo, usam farelos de cookies. O método tradicional é bastante simples: produz-se cookies normais para, em seguida, esfarela-los. 

A estratégia da Dauper é, no entanto, a de produzir a massa do cookie já em pequeno formato, como farelos de 2 a 3 milímetros de diâmetro. Isso evita que as máquinas dos clientes tenham problemas como entupimentos, otimizando o processo.

Mas a empresa também se destaca de outras formas. Em um país conhecido por um paladar que favorece o uso abundante de açúcar e chocolate ao leite, a Dauper produz chocolates de luxo. “Há um preconceito no mundo segundo o qual o Brasil produz doces cheios de açúcar. Mercados internacionais acreditam que marcas brasileiras são competitivas apenas quando vendem barato. Não é a nossa realidade. Nós investimos em qualidade,” afirma Raul Matos, um dos sócios.

Até três anos atrás, a empresa atuava prioritariamente no mercado nacional. Mas os sócios logo começaram a prospectar mercados internacionais. Para isso, adequaram a empresa aos diferentes padrões de qualidade ao redor do mundo. Hoje, a Dauper tem mais de 20 certificados de qualidade, e sua fábrica é auditada por dezenas de organismos independentes durante o ano.

“Investimos 26 milhões de reais em uma nova fábrica, com maquinário de ponta. Hoje, produzimos qualquer produto premium, para qualquer mercado,” afirma Matos.

A empresa começou a conquistar clientes em feiras internacionais. Em apenas três anos, as exportações passaram a representar 8% do faturamento. Em 2020, essa proporção deve saltar para 15%. Mas, considerando a taxa de crescimento anual, que é de 30%, isso significa que em três anos o volume de exportações vai triplicar.

“O Brasil tem tecnologia e matérias primas para competir com a Europa, e é isso que estamos mostrando para o mundo,” diz Matos.