• Be Brasil
  • Creative Industries

Conheça as Amazonas: as primeiras sandálias biodegradáveis do mundo

Borracha, o principal material das sandálias que usamos, pode ter efeitos devastadores para o meio ambiente.

Uma companhia brasileira, entretanto, se dedica a produzir sandálias feitas 100% de material reciclado. É a primeira companhia a ter essa iniciativa no mundo. O modelo, chamado Bio Rubber, é biodegradável em aproximadamente cinco anos, quando descartado de forma apropriada – ao contrário dos produtos de borracha sintética, que levam 700 anos.

A linha Bio Rubber foi desenvolvida pela Amazonas Sandals, uma empresa do Grupo Amazonas – o maior produtor de componentes para sapatos, mobiliário e embalagens da América Latina. As sandálias biodegradáveis foram criadas exclusivamente para o mercado internacional, pois a Amazonas é fornecedora da indústria brasileira de sandálias. Entretanto, a companhia planeja desenvolver o mercado local a partir de 2017.

Desde 2013, quando começou a vender suas sandálias 100% sustentáveis, as vendas da companhia têm crescido mais de 10% ao ano. Para este ano, a Amazonas Sandals projeta um crescimento de 25% sobre as vendas do ano passado. Os principais compradores são Estados Unidos, França, Itália, Croácia e até Cuba, apesar de a companhia estar presente em 55 países em quase todos os continentes. A Amazonas, entretanto, não divulga números exatos. 

Mas aqui vai um aviso: A sandália Bio Rubber não vai se desintegrar se ficar fechada no seu armário. Para permitir o processo de rápida biodegradação, ela precisa estar em um ambiente com água, dióxido de carbono e terra – como em um aterro sanitário. Você poderia, por exemplo, enterrar suas sandálias no quintal; isso ativaria o processo.

Mas a Amazonas não lida apenas com Bio Rubber. A companhia também tem linhas mais econômicas de produtos sustentáveis, feitos 100% de borracha reciclada e materiais de PVC isentos de metais pesados. Desde o nome até os materiais e o design, a Amazonas cria outros itens que são 100% brasileiros e têm a sustentabilidade como pilar principal.

“Nossa preocupação com o meio ambiente não se limita aos materiais. A companhia tem uma cultura de desperdício zero, e cada colaborador está ciente de sua responsabilidade individual em ajudar a reduzir o impacto ambiental”, diz Suyara Aguila, coordenadora de exportações da Amazonas. 

O grupo tem 69 anos de idade e gera mais de 3.000 empregos diretos em nove fábricas em todo o Brasil, além de ter dois escritórios internacionais, localizados no Uruguai e na Argentina. Em um mercado de sandálias que privilegia as Havaianas, líder mundial, tais números impõem respeito. A Amazonas é a marca de solado mais reconhecida no Brasil, e a segunda mais reconhecida no mundo.

Instagram

E nasce algo lindo! Visite nosso perfil e veja a arte completa. And something beautiful is born! Visit our profile to see the full art. ;) #amazonassandals #madeof #backstage #oursandals #amazing #beautyofsandals

Uma foto publicada por Amazonas Sandals (@amazonassandals) em

E nasce algo lindo! Visite nosso perfil e veja a arte completa. And something beautiful is born! Visit our profile to see the full art. ;) #amazonassandals #madeof #backstage #oursandals #amazing #beautyofsandals

Uma foto publicada por Amazonas Sandals (@amazonassandals) em