• Be Brasil
  • Inovação e tecnologia

fev 21, 2017
Inovação e tecnologia

Brasil lança mapa interativo do turismo sustentável

A Organização das Nações Unidas declarou 2017 o “Ano do Turismo Sustentável”, em um esforço para promover o desenvolvimento econômico sustentável. E o Brasil lançou um mapa para salientar a riqueza de seus locais de turismo sustentável, espalhados por todo o país.

O mapa do turismo sustentável pode ser acessado no site oficial do Ministério do Turismo e está disponível em português, inglês e espanhol. O mapa detalha todas as iniciativas por todo o país. A iniciativa recebeu recentemente o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, que leva o selo da Organização Mundial do Turismo (OMT), da ONU. 

Completando 28 anos de existência em 2017, a Braztoa é uma das associações de turismo mais importantes do país, incluindo 96 parceiros, 85 operadoras e 10 colaboradores. Aproximadamente 90% da atividade turística no Brasil passa por algum membro da Braztoa.

O prêmio de sustentabilidade da associação foi criado em 2011. O objetivo é demonstrar os benefícios do turismo sustentável para o setor como um todo, destacando não apenas os aspectos econômicos, mas também os culturais e ambientais. Desde sua criação, o Prêmio Braztoa da Sustentabilidade proporcionou uma rede de relações com entidades internacionais de turismo, como a Travelife, uma iniciativa europeia de treinamento, gerência e certificação.

Desde 2012, a Braztoa seleciona diferentes parceiros para o prêmio. Em 2013, a associação de hotéis “Roteiros do Charme” ganhou o prêmio principal. O coletivo, que fica no Rio de Janeiro, une 69 hotéis, pousadas e refúgios ecológicos em 16 estados e 60 destinações turísticas em todo o país.

O mapa do turismo sustentável mostra a vasta gama de iniciativas sustentáveis, desde agências de viagem, grupos militantes, pousadas, parceiros e organizações socioeconômicas, entre outros.

Além de ajudar no desenvolvimento da economia de regiões turísticas, criando empregos e reduzindo a pobreza, o turismo sustentável promove a proteção ambiental e do patrimônio cultural. De acordo com a ONU, um em cada 11 empregos criados no mundo é no setor de turismo. Além disso, o setor responde por 7% das exportações mundiais e 10% do PIB global.

A OMT promove políticas públicas no setor para desenvolver a Agenda para o Desenvolvimento Sustentável 2030, que inclui 17 objetivos sustentáveis. Entre eles, a erradicação da pobreza e da fome, o desenvolvimento de energia limpa e barata, paz, justiça, e instituições fortes, que garantam trabalho digno e crescimento econômico.

Contudo, a Agenda 2030 não traz obrigações legais – o que transfere para os governos a responsabilidade de buscar realizar os objetivos.